sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

Ribeirão reforça-se nas Aves

O GD Ribeirão continua a melhorar o seu plantel e desta feita foi buscar dois atletas ao vizinho Desportivo das Aves que milita na 2ª Liga.
Os atletas são o Filipe Sousa, Lateral/ Médio Direito, de 23 anos que já jogou no Ribeirão na época 2011/2012 por empréstimo do Vitória de Guimarães onde fez a sua formação; e do médio Diogo Pires de 21 anos, que fez a sua formação no Belenenses e passou pelo Atlético.
Mais dois jovens com experiência no escalão superior e que certamente serão mais valias para o clube, que agora irá disputar a série B da Manutenção/Descida do CNS.

         
Filipe Sousa               Diogo Pires

Reforços novos chegam aos Juniores

Ao que avança o site desportivo Zerozero, o GD Ribeirão chegou a acordo com mais quatro reforços, todos eles ainda com idade júnior, para o seu plantel de Juniores.
São eles Mauro Karovicik, 18 anos, médio proveniente do Helsinborg da Suécia; Kadhim Diouf, 18 anos que faz duas posições, defesa central ou médio defensivo, jovem guineense proveniente do Fabril do Barreiro; Abdou Niang, 18 anos, avançado, proveniente da Guiné Bissau do Balantas; e Carlos Mensalkho, 18 anos, angolano que representava o Tirsense. Nuno Silva de 17 anos, do Louro, que faz a posição de defesa esquerdo e avançado esquerdo. Jovens promessas para a equipa de formação e com a possibilidade de darem o seu contributo no plantel principal dos ribeirenses.

 
Mauro Karovicik

Abdou Niang



quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

CAMADAS JOVENS -Jogos Fim de Semana 24 e 25 Janeiro

JUNIORES E JUVENIS B (ISENTOS) Avançam para a 4ª Eliminatória da Taça da A.F.Braga.
Esperamos pelo vosso apoio!!!

"O FUTURO COMEÇA AQUI!"

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

Mercado Inverno - Transferências

Campeonato Nacional Seniores: Todas as transferências confirmadas
Janeiro o mês para afinar os planteis! 

O mercado de transferências ainda nem vai a meio, mas alguns clubes já fizeram mudanças significativas nos respectivos plantéis.
Durante este mês de Janeiro, a lista de transferencias irá certamente aumentar significativamente, e por isso o Blog do GDR reúne aqui as transferências confirmadas, para que nada lhe escape e saiba todas as danças de plantéis efectuadas nas equipas do CNS - Série B.

TRANSFERÊNCIAS CNS -Série B



CAMADAS JOVENS

RESULTADOS DO FIM DE SEMANA
17 e 18 JANEIRO 2015

JUNIORES
Brito 4
GD RIBEIRÃO 4

JUVENIS (sub-17)
GD RIBEIRÃO 8
Brito 0

INICIADOS
GD RIBEIRÃO 1
Maria da Fonte 0

INFANTIS (sub-13)
Bragafut 3
GD RIBEIRÃO 6

INFANTIS (sub-12)
Famalicão 2
GD RIBEIRÃO 2

BENJAMINS (sub-11)
GD RIBEIRÃO 2
Famalicão 4

BENJAMINS (sub-10)
GD RIBEIRÃO 3
Moreirense 6

segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

Alinhamento para 2ª Fase


Para a 2ª Fase do CNS as equipas dividem por dois o número de pontos obtidos na 1ª Fase e assim sendo a diferença pontual diminuiu e ao invés de começarem com zero pontos começam pela metade da 1ª fase.
O Ribeirão irá arrancar para esta fase na 7ª posição, ou seja abaixo da linha de água, o que ditaria a descida, caso o campeonato agora terminasse, mas sabemos que faltam 14 jornadas para disputar a muita coisa muda nestes jogos que ainda faltam.

Neste momento a diferença pontual em relação à equipa que está fora da linha de água é de apenas 2 pontos, mas para as restantes equipas até ao terceiro classificado não são assim muitas, pois vejamos para o 5º são 4 pontos, para o 4º são 5 pontos, para o 3º são 7 pontos, não são muitos, mas também não são poucos, e jogo a jogo o Ribeirão terá de dar o seu melhor para fugir aos lugares de despromoção.

Análise 1ª Fase


O GD Ribeirão terminou a 1ª Fase do Campeonato Nacional Seniores da Série B na 9ª posição da tabela classificativa, com apenas 10 pontos conquistados, frutos de 2 vitórias, 3 empates e 13 derrotas, com um score de golos marcados de 17 golos e sofridos 37.


O resultado disto é que o Ribeirão está na zona de descida e longe dos lugares de tranquilidade da tabela classificativa e tal como na temporada passada o Ribeirão irá disputar na 2ª Fase o grupo da Manutenção/Descida, e segundo os regulamentos descem aos distritais as duas últimas equipas de cada série, o que neste momento seria o Ribeirão a estar nesta posição, mas ainda temos mais 14 jornadas para mudar o rumo das coisas e os terceiros piores classificados, ou seja aqueles que ficarem na 6ª posição irão disputar um play-off a duas mãos com outros adversários na mesma posição, tal como fez o Ribeirão na época passada, onde defrontou o Sp. Ideal dos Açores e saiu vencedor desse confronto.


Analisando ao pormenor o campeonato do Ribeirão podemos ver que o Ribeirão até começou bem a prova com duas vitórias consecutivas, mas depois veio o empate caseiro com o Tirsense e depois foi um avolumar de derrotas que começou em Famalicão e que só teve algumas pausas com os empates em casa frente à Oliveirense, fora frente ao Vila Real e novamente em casa frente ao Felgueiras.

Manifestamente um rendimento da equipa muito abaixo certamente dos objectivos traçados pela direcção no inicio da temporada, que apostavam numa época tranquila e junto aos lugares de subida, mas tal não aconteceu e nesta altura o clube já mudou três vezes de treinador, tendo arrancado com Pedro Hipólito  até à 10ª jornada, tendo a equipa sido derrotada em casa frente ao Amarante, adversário directo e eliminado da Taça de Portugal pelo Nacional da Madeira, mas aqui temos de analisar as coisas a olho, pois se até aqui a equipa não tinha bons resultados, nem tudo foi assim tão mau, porque a equipa ao menos marcava golos, com a excepção somente do jogo com o Tirsense que deu num nulo, com o Varzim e com o Vizela derrotas por três a zero, tendo marcado até esse encontro 15 golos, ou seja quase todos os golos da época que terminou com 17 golos, muitíssimo pouco, para os níveis que o Ribeirão habitualmente consegue ter. Para piorar as coisas defensivamente a equipa não esteve melhor na "era" Pedro Hipólito com 25 golos sofridos, o que não ajudou nada na busca de pontos e de triunfos.

Com a saída de Hipólito entrou António Pereira, um técnico experiente que já havia subido o Atlético à 2ª Liga, mas se estávamos mal, mal ficamos, porque o técnico apenas conseguiu um empate em Vila Real e depois foram cinco derrotas consecutivas, e pior ainda a equipa só conseguiu apontar dois golos, um precisamente com o Vila Real no empate a uma bola, e outro na goleada sofrida na Oliveirense, e pior ainda sofreu neste período onze golos e a equipa jogava cada vez menos e parecia que não tinha fio de jogo.

Nas duas últimas jornadas regressou ao Passal Manuel Tulipa que já por aqui tinha passado e com resultados positivos e em duas jornadas conseguiu ao menos que a equipa defensivamente se organiza-se melhor e sofresse apenas um golo frente ao candidato Vizela, embora no capitulo da finalização tenha de operar modificações para que a equipa consiga chegar ao golo e seja mais eficaz concretização das oportunidades criadas.

GOLOS 1ª Fase

GOLOS da 1ª/2ª Volta

As estatísticas são o que são e valem o que valem, mas neste caso concreto ajudam-nos a perceber o porquê do Ribeirão ocupar a posição que tem neste momento.

No que diz respeito aos golos à a referir que em cinco das derrotas do Ribeirão a equipa esteve a vencer e inaugurou o marcador primeiro, foi no jogo com o Famalicão onde esteve a vencer por dois a um depois de estar a perder, foi com o Sta. Eulália, onde esteve a vencer duas vezes, 1-0 e depois 2-1; foi com a Oliveirense (aqui empatou a duas bolas); foi com o Felgueiras, com o Amarante e com o Vila Real.

Outra curiosidade é em relação ao momento de apontar os golos e de sofrer, sendo que sofridos o Ribeirão sofre golos em todas as fases do jogo, já no que diz respeito a marcar a equipa tem mais tendência em três alturas, na primeira meia hora, com 4 a serem apontados antes dos primeiros 15' minutos e 3 entre os 15' e a meia hora de jogo, e depois no arranque das segundas partes entre os 45' e os 60', e depois na recta final no ultimo quarto de hora da partida.



Ribeirão batalhador não chegou em Vizela

O GD Ribeirão deslocou-se ontem 18 de Janeiro a Vizela onde defrontou a equipa local em jogo a contar para a 18ª jornada e última da 1ª Fase do Campeonato Nacional Seniores da Série B, e perdeu por uma bola a zero.

O Ribeirão partia para este encontro na busca de trazer pontos para ajudar na luta pela manutenção e o técnico Tulipa fez alguns ajustes no xadrez ribeirense que pode contar com a estreia de Hélio Cruz que trouxe outra qualidade ao meio campo ribeirense e com o recuo de Vitinha para defesa direito em detrimento da saída de Tiago Mesquita.
O jogo esteve sempre equilibrado até ao minuto 32', altura em que o arbitro da partida expulsou com vermelho directo o médio Isaiah depois de uma dividida de bola, o que não se justifica a amostragem do cartão e isso pesou no desenrolar do jogo, pois se até aqui o Ribeirão conseguia controlar o seu adversário e conseguia sair com perigo para o ataque a partir deste momento a equipa baixou no terreno de jogo e o Vizela como lhe competia carregou sobre o último reduto ribeirense, mas até ao intervalo o nulo manteve-se.
Na segunda parte e apesar do técnico ribeirense Tulipa ter refrescado o meio campo campo, com a entrada de Ivo Silva e de James, para os lugares de Aylton Boa Morte e de Mendonça, o Vizela acabaria por chegar ao golo da vitória num lance confuso de bola parada e após boa intervenção de Nuno Santos a negar o golo, na recarga Talocha empurrou para o fundo das redes e fazendo assim o resultado final, apesar de reduzido a dez elementos Tulipa ainda lançou na partida Dédé para o lugar do estreante Hélio Cruz, mas as forças já começavam a faltar e depois de jogar grande parte do jogo reduzido a dez elementos a equipa não conseguiu ter forças para chegar à igualdade.

Resultado final de um a zero, derrota para o Ribeirão que se aceita, embora a equipa esteja a recuperar, com maior qualidade defensiva, falta melhorar no capitulo da finalização, onde são esperados reforços para melhorar este sector da equipa, que na 2ª volta desta fase apenas marcou três vezes em nove jogos, manifestamente muito pouco para quem na 1ª volta era uma das melhores equipas atacantes. Apesar da vitória vizelense de nada valeu para as contas do campeonato, pois quem irá disputar a subida à 2ª Liga será o Varzim e os nossos vizinhos do Famalicão.

RESULTADOS

CLASSIFICAÇÃO


sábado, 17 de janeiro de 2015

Convocatória FCV vs GDR


CNS - Série B
FC Vizela x GD Ribeirão

Convocados:
24-Nuno santos , 1- João Cruz, 14- Hélio Cruz , 4- Bruno Silva , 18- Buba, 22- Rafael , 5- Gil Barros, 6- Varela, 17- Vitinha, 10- Mendonça , 9- Ogana, 8- James, 7- isaiah , 29- Dédé, 20- Carlos Veiga, 19- Aylton boa morte, 16- Daniel Nunes, 13- Ivo Silva.

Treinador: Manuel Tulipa

quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

Tiago Mesquita deixa Ribeirão

O defesa direito ribeirense Tiago Mesquita que esteve ao serviço do Ribeirão desde o inicio da época, deixa o clube e assina pela equipa líder da 2ª Liga o Freamunde.

Facebook
"É uma alegria poder confirmar a minha assinatura até final da época pelo Sport Clube Freamunde!!
Queria também agradecer ao Grupo Desportivo de Ribeirão por me ter acolhido e dado a oportunidade de poder fazer aquilo que tanto gosto depois de uma fase atribulada na minha vida. Em especial ao presidente Adriano Pereira e direcção que cumpriu o acordo inicialmente feito e ao Mister Pedro Hipólito pela aposta. Sem me esquecer claro dos meus companheiros de equipa, departamento médico, funcionários do clube e actual equipa técnica com os quais partilho a minha força para poder mudar o rumo dos acontecimentos."

O Jogo

Tiago Mesquita é reforço
Publicado em 14 jan 2015 às 12:57, por Joaquim Jorge

Lateral-direito jogava no Ribeirão, do Campeonato Nacional de Seniores, e assinou até final da temporada.

Tiago Mesquita, lateral-direito ex-Ribeirão, assinou até final da temporada com o Freamunde, colmatando a vaga deixada em aberto, após a lesão de Bruno Santos, que ira ficar parado ate final da época. 

Tiago mesquita pode jogar já domingo, até porque chega a Freamunde com ritmo competitivo, tendo sido habitualmente titular na formação do CNS. 

Aos 24 anos, Tiago Mesquita tem já larga experiência na II Liga, onde actuou nas últimas três temporadas, ao serviço da Naval e do Trofense. 


=======================
Ao atleta junta-se a saída do central Dylan Matos que não se conseguiu adaptar ao futebol nacional e assim regressou à Suiça.

segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

CAMADAS JOVENS - RESULTADOS 10 e 11 JANEIRO


Ribeirão empata frente ao Felgueiras no Passal


O GD Ribeirão recebeu ontem 11 de Janeiro de 2015, no Estádio do Passal a formação do FC Felgueiras em jogo a contar para a 17ª jornada e penúltima da 1ª Fase do CNS-Série B e empatou a zero bolas.

Este encontro marcava a estreia no comando técnico do regressado Tulipa, e apesar de não poder estar no banco a orientar a equipa, fez a sua estreia a comandar os ribeirenses na presente temporada.
A equipa entrou com outra atitude em campo e conseguiu explanar melhor o seu futebol, conseguindo construir jogadas de envolvência colectiva com todos os sectores a trocarem a bola entre si, mostrando assim outra dinâmica que até aqui a equipa não tinha mostrado.
Apesar de tudo a equipa ainda não conseguiu alcançar a vitória desejada embora fosse a equipa que ao longo de todo o encontro mais procura-se o triunfo, mas salva-se pelo facto de voltar a pontuar e frente a uma das melhores equipas desta série.

RESULTADOS


CLASSIFICAÇÃO