PLANTEL 2014/2015

PLANTEL 2014/2015

segunda-feira, 28 de Julho de 2008

Jogos de Preparação

Após o cancelamento do jogo como Sc Braga e consequentemente o jogo de apresentação do GD Ribeirão, que estava previsto para o dia de amanhã. O GD Ribeirão só jogará ao que tudo indica no próximo dia 2 de Agosto, na apresentação da equipa do Leça FC aos seus associados às 18h.


O Jogo de Apresentação do GD Ribeirão, foi adiado para dia 9 de Agosto com o Estrela da Amadora.

Alem deste jogo o GD Ribeirão irá participar no Torneio Quadrangular de Famalicão nos dias 11 e 12 de Agosto, em Oliveira de Sta. Maria no Campo de Ribes,onde habitualmente joga a equipa da AD Oliveirense.

Na primeira pessoa, com Maurício Sá Couto: “Ribeirão está imparável”


Acompanhou o nascimento de várias associações e organizações na Vila. Foi o repórter de Ribeirão ao serviço de muitos órgãos de Comunicação Social, durante muitos anos. E quem não se lembra do Quiosque no Cunha? Maurício Couto na primeira pessoa...

Viver a Nossa Terra – Para quem não o conhece, talvez os mais jovens... afinal quem é Maurício Sá Couto?

Maurício Sá Couto – Nasci nesta querida vila de Ribeirão, em Ferreiros. Andei na catequese, recordo a minha catequista, por sinal a minha irmã Mariazinha, frequentei a escola primária em Santa Ana, com a saudosa professora Dª. Rosalina Pereira de Faria, continuei os estudos no liceu, frequentando o ensino particular na Trofa com os saudosos professores José Pereira da Silva e Dª. Maria José Pereira da Silva, em Famalicão no extinto Externato Camilo Castelo Branco com o Director Prof. Abel Folhadela de Macedo. Entretanto veio a tropa e interrompi os estudos.

VNT - Acompanhou o nascimento de associações e organizações que vieram a tornar-se baluartes desta terra… Quer recordar?

MSC – Estive na fundação do Rancho de S. Mamede de Ribeirão, tendo sido eu quem vendeu grande parte dos seus instrumentos ao sr. Manuel de Sousa (Carapeços). Recordo os saudosos sr. Abreu e a srª. Maria Carapeços. Esta senhora, um grande baluarte do grupo, mesmo com idade avançada, era muito querida e referência para os mais jovens. A seguir nasceu o Rancho Etnográfico de Ribeirão. Durante anos cada um à sua maneira foram dignos embaixadores dos cantos, dos costumes e tradições, desta terra do baixo Minho. Hoje infelizmente estão inactivos.O Grupo Recreativo Cultura e Desportivo “Os Barrigudos” e Beneficiante de Ribeirão e, de uma forma especial, o Clube de Cultura e Desporto de Ribeirão, que a par do Grupo Desportivo tem contribuído para a ocupação dos tempos livres da nossa juventude além de consideráveis êxitos no campo da competição.

VNT - O seu quiosque, no Cunha, foi durante anos ponto de encontro, local de tertúlia, talvez dos poucos sítios onde os jovens se juntavam com gosto…

MSC – É verdade, no estabelecimento que fundei em 1963, no lugar do “Cunha”, granjeei muitos amigos, novos e menos novos juntavam-se em amena cavaqueira. Discutia-se de tudo, desporto, em especial o dia-a-dia do GD Ribeirão. Por vezes a conversa era acalorada, lembro-me de muitos que, por lá passaram, mas há um de quem tenho imensa saudade, o saudoso Celestino Dias do Couto, do Outeiro, que diariamente no fim do trabalho era presença constante. De facto, o meu estabelecimento na altura era a única livraria e papelaria em Ribeirão. E daí resultar que muitos professores eram clientes e ao mesmo tempo amigos. Pois aí requisitavam os livros e todo o material escolar, para além de outras publicações.Podemos dizer com orgulho que, em parte também contribuímos para preencher uma lacuna que, existia nessa época, um estabelecimento do género do nosso.

VNT - Durante muitos anos a máquina de escrever do Maurício era o elo de ligação de Ribeirão com o mundo exterior…

MSC – De facto assim era, a máquina de escrever era o computador da altura. Com ela, caminhei pela comunicação social. Nos anos sessenta fui convidado pelo saudoso João Martins Figueiredo dos Santos a ocupar o seu lugar como correspondente do Jornal “Noticias de Famalicão”, já lá vão quase cinquenta anos.Pela minha dedicação sem limites à terra e ao meio, surgiram outros pedidos, e assim assumi compromisso com o Jornal de Famalicão, Jornal da Trofa, Voz da Trofa, Diário do Minho, Correio do Minho. E a caminhada alargou-se com a fundação do GD Ribeirão em 1 de Fevereiro de 1968, em que fui um dos fundadores, tendo surgido convites dos diários portuenses - Comércio do Porto, Jornal de Noticias, Primeiro de Janeiro - e dos desportivos Norte Desportivo, Mundo Desportivo, a Bola e Rádio Braga, hoje “Antena Minho”. Em todos, relatava os acontecimentos e em alguns, a vida da nossa terra.As redacções dos jornais não tinham um momento de folga, todas as manhãs, Ribeirão, estava presente.

VNT - Nesse contexto, como aprecia o nascimento do jornal “Viver a Nossa Terra”?

MSC – Foi uma pedrada no charco, como costuma-se dizer. De facto há muito que, Ribeirão precisava da sua independência neste campo. Até ao seu surgimento, outras publicações a nível religioso mas versando problemas também da terra, marcaram positivamente a sua presença, mas não haja dúvida que este mensário, veio dar outro impulso aos problemas de Ribeirão. Dotado de pessoas amantes da sua terra e possuídas de elevado grau de cultura, depressa de impôs à consideração que não só dos ribeirenses nas terras vizinhas, principalmente Fradelos que ocupa lugar de grande relevo nas suas páginas.

VNT - Residindo há vários anos fora de Ribeirão, tem acompanhado a evolução que por cá vai havendo? Que pensa sobre isso?

MSC – Penso que Ribeirão está imparável no seu desenvolvimento. Cada vez que visito venho encantando. Nem tudo é perfeito, há muita coisa a corrigir e a fazer, mas esta terra caminha a passos largos, para ser cidade e quem sabe ser concelho. Sabemos que alguns dos vizinhos e amigos ainda não estão preparados para isso. Mas com o passar do tempo, e com as vantagens que usufruirão, acabarão por verificar que essa é a melhor solução.Sabemos que Ribeirão está imparável, e é bom de constatar, nas agremiações desportivas, recreativas, sociais, religiosas e culturais e em diversos equipamentos.Dentro em breve irão ser inauguradas as piscinas apetrechadas. Há ainda um projecto da mudança da face do “seu” coração, com a demolição da antiga residência paroquial com a construção de mais uma escola, tudo dentro de uma harmonia que muito irá enriquecer Ribeirão.

VNT - O que faz mover um homem que durante todos estes anos tem trabalhado em prol dos outros?

MSC – O que me faz mover é o barrismo sadio, é o saber que amando a terra, amando os seus habitantes, amando tudo o que nela existe, não faço mais do que seguir as lições dos meus saudosos pais Manuel Dias Sá Couto e Joaquina Augusta Dias de Sá, que desde o berço me incutiram a mim e aos meus irmãos, o que eles faziam, amor sem receber nada em troca, a não ser a satisfação do dever cumprido.

VNT - Actualmente, ainda tem tempo para fazer voluntariado no Centro Social da Paróquia de S. Lázaro?

MSC – Sim, o voluntariado não tem limites nem fronteiras. Na paróquia de S. Lázaro os talentos que Deus me concedeu e assim quer participando nos actos litúrgicos, distribuindo a sagrada comunhão contribuindo para a solenização das Eucaristias, quer sendo um servidor nos “dinheiros” da igreja, missas, ofertórios, direitos paroquiais, contabilizando e fazendo o mapa de todo esse serviço, para além de pertencer ao Conselho Económico e a diversos grupos de apostolado, entre os quais o Movimento da Mensagem de Fátima, etc.

VNT - Tem valido a pena este(s) trabalho(s)? Porquê?

MSC – Entendo que, como acima frisei, quando se faz as coisas por amor, tudo compensa e, tudo, vale a pena.

VNT - Existe algum sonho que gostaria de ver concretizado em Ribeirão?

MSC – Um sonho meu e creio de todos os ribeirenses, era um dia Ribeirão ser concelho. Outro era ver concretizado um monumento ao Professor. Ribeirão orgulha-se, no presente e passado, ser um alfobre de bons professores nos vários escalões de ensino. Já se fizeram homenagens a diversos professores e a própria Câmara Municipal tem sido paradigma desta gratidão, mas Ribeirão precisa de esculpir na pedra e no bronze estes obreiros da educação, da ciência e da cultura.E aqui abro um parênteses para me congratular com a homenagem feita pela Câmara Municipal de Famalicão a diversas personagens, nomeadamente, aos ribeirenses Padres Joaquim Alcino Azevedo, Alexandre Dias da Cruz e Deolinda Morais da Silva.E já agora um pensamento afectuoso para o Pároco que me baptizou, o Pe. Joaquim Dias dos Santos, que me educou na fé Pe. António Lopes e o que me casou, o Pe. Henrique Ferreira de Faria.

VNT - A personalidade da sua vida.

MSC – João Paulo II, o grande apóstolo da Humanidade.

VNT - O filme da sua vida.

MSC – As Pupilas do sr. Reitor, do romance português de Júlio Dinis.

VNT - O livro da sua vida.

MSC – Há muitos, inclusive, o livro de poemas e diálogos da minha saudosa mãe Joaquina Augusta Dias de Sá. Mas pela actualidade e pelo seu valor histórico para esta terra e as suas gentes, inclino-me para a obra do bom amigo ribeirense Firmino Veloso dos Santos “Vila de Ribeirão – Uma Terra, um Povo e a sua História”.

VNT - Local que gostaria de visitar.

MSC – Um local límpido, sem poluição, o que nos tempos de hoje se torna um pouco difícil.

VNT - Local onde gostaria de viver.

MSC – Para além da minha terra natal que permanece eternamente no meu coração, Braga, terra linda, com santuários e miradouros excelentes.

VNT - Quer deixar alguma mensagem aos leitores do “Viver a Nossa Terra”?

MSC – Que respeitem a sua terra, que leiam o livro de Firmino Santos e assim ficarão mais inteirados do que vale a pena ser ribeirense e que vale a pena ser exemplo de tantos e tantos, cuja memória o autor invoca e que fizeram e fazem de Ribeirão, esta terra querida, amada e respeitada.
Domingo, 27 Julho 2008 , in Jornal Viver a Nossa Terra

sábado, 26 de Julho de 2008

Ribeirão perde na Póvoa

Varzim SC 3 - 1 GD Ribeirão

O GD Ribeirão deslocou-se hoje ao terreno do Varzim para realizar mais uma partida de preparação para a nova época desportiva, e perdeu por três bolas a uma.
Mais uma vez uma partida que serviu para o treinador António Cladas fazer as suas experiências e testar diversos sistemas tácticos e situações de jogo, com uma equipa do escalão superior que milita na Liga Vitalis, o Ribeirão mostrou credênciais, mas os poveiros foram mais fortes e venceram por três bolas a uma o Ribeirão, sendo que o golo dos ribeirenses foi apontado por Forbes, um avançado que se tem destacado no ataque ribeirense, com boas prestações e golos, como é exigido a um ponta de lança.

Neta partida o Ribeirão alinhou com: 1ª Parte - Litos, Pica, Paulo Rola, Sibidé, Serafim, André Serrão, Jerónimo, Moita, Tiago Martins, Pizzi, Forbes; 2ª Parte - Diego, Mesquita, Pica, Paulo Rola, Vitor Lobo, Adriano, Bruno Pereira, Rui Lopes, Carlitos, Mendes e Zé Manuel.

sexta-feira, 25 de Julho de 2008

Notícias GD RIbeirão

Informações:
O atleta Capucho que havia sido apresentado como reforço do GD Ribeirão, deixou o futebol por problemas familiares,para o seu lugar o Ribeirão contratou Vitor Lobo ao Leixões. Resta desejar felicidades para a vida ao atleta Capucho.
O GD Ribeirão ainda aguarda pela chegada dos três reforços vindos do SC Braga,são eles o central Palmeira,o médio Adbou e o avançado Orlando Sá.
Amanhã o Ribeirão joga com o Varzim em mais um jogo treino a realizar na Póvoa de Varzim.
Boletim clinico: o jovem ex-leixonense Vitor Lobo é o único elemento ao cuidado do departamento médico.
O jogo de apresentação com o SC Braga foi cancelado,sendo que o jogo de apresentação do GD Ribeirão será contra a actual equipa do seu ex-técnico Lito Vidigal,o Estrela da Amadora no dia 9 de Agosto.

quinta-feira, 24 de Julho de 2008

Treinos com boa disposição

O GD Ribeirão tem efectuados treinos bidiários convista à preparação da nova época desportiva, são treinos onde reina a boa disposição e onde o trabalho de grupo tem sido a nota dominante, onde o técnico António Caldas e os seus pares tem já vindo a preparar diversas situações de jogo e treino táctico, deixando desde já transparecer o seu modelo de jogo 4x3x3 ou 4x5x1, conforte ataque ou defenda.Os treinos tem decorrido no Estádio do Passal.
No próximo sábado o Ribeirão desloca-se à Póvoa de Varzim, onde às 10h irá realizar o seu segundo jogo de preparação.

sábado, 19 de Julho de 2008

Primeiro teste positivo

GD Ribeirão 8 - 0 Jun. GD Ribeirão
O GD Ribeirão realizou este sábado o seu primeiro jogo, tratou-se de um jogo-treino realizado contra a equipa dos juniores do GD Ribeirão, a mesma que jogou frente à equipa portista, e onde os seniores bateram os jovens ribeirenses por oito bolas a zero, os golos foram apontados 3 Forbes, 2 Pato (avançado Urugaio que está à experiência), 1 Pizzi, 1 Tiago Martins, 1 Paulo Rola.
Foi um bom teste, e serviu para António Caldas, testar várias soluções e situações de jogo, além de ser um culminar de uma semana de trabalhos realizados na Penha, onde os atletas prepararam o físico e criarem laços de amizade e companheirismo entre todos os atletas que compõem o plantel para a época 2008/2009.
Do que foi dado a ver durante o jogo-treino, já deu para ver que o Ribeirão dispõe de uma excelente equipa, composta por elementos jovens que se vão misturando com elementos mais experientes e com muitos jogos nas pernas,o que faz uma equipa equilibrada, que no meu entender vem deixar algumas expectativas para uma época tranquila, com vista a alcançar os objectivos da época que passam pela manutenção, tentando classificar-se entre os 4 primeiros classificados, tal como vêm acontecendo de à três épocas atrás, desde que o GD Ribeirão ascendeu à 2ª divisão nacional.

quinta-feira, 17 de Julho de 2008

«Rigor, ambição e determinação»

Clubes famalicenses regressam ao trabalho
O Grupo Desportivo de Ribeirão apresentou-se com a «mesma ambição dos últimos anos». António Caldas, o novo treinador, conta com um plantel com 20 elementos, que pode ainda ser reforçado com atletas dispensados pelo Braga, e promete rigor e ambição para a nova temporada na 2.ª divisão.

in Jornal Cidade Hoje

António Caldas aponta para a permanência
LINO DEVESAS

O Ribeirão iniciou ontem a nova época, a primeira após a assinatura do protocolo com o Braga, na sequência do qual o técnico António Caldas e os ex-juniores arsenalistas Diego, Pizzi, João Mendes, Rui Lopes, Sibidé e Forbes se integram no grupo de trabalho deste clube da II Divisão. Prestes a chegar a Ribeirão, procedentes do Braga, estão ainda o central Palmeira, o médio Abdou e o atacante Orlando Sá. O presidente Adriano Pereira e o técnico António Caldas insistiram que a permanência no terceiro escalão do futebol nacional é o primeiro objectivo, apesar da juventude do plantel.
in O Jogo

Seis bracarenses num plantel que regista mais cinco entradas António Caldas é o rosto de uma nova parceria desportiva Aposta para a nova temporada passa pela manutenção

Por Pascoal de Sousa

O Ribeirão apresentou-se ontem de manhã ao trabalho, com António Caldas aos comandos de um projecto com ligação directa ao Sp. Braga. A parceria desportiva assinada entre o emblema famalicense e os bracarenses, válida por dois anos, já se traduziu na cedência de seis jogadores, todos eles talentos emergentes do clube de Braga e cujas capacidades são amplamente conhecidas pelo treinador, que com eles trabalhou nos juniores do Sp. Braga.«Rigor, ambição e determinação» são as divisas de Caldas na projecção de uma época em que a aposta do Ribeirão passa pela perma- nência, ainda que o historial do clube na II Divisão alimente a esperança numa campanha semelhante à protagonizada por Lito Vidigal. Diego (guarda-redes), Sibidé (defesa-central), Rui Lopes (médio), Pizzi, Forbes e Mendes (avançados) são os jogadores cedidos pelo Sp. Braga ao Ribeirão, a que se juntam Litos (Beira-Mar), Serafim (Moreirense), Capucho (Joane), Jerónimo (Leça) e Tiago Martins (Desp. Chaves).A parceria com o Ribeirão permitiu ao Sp. Braga espetar uma lança em território azul e branco. O FC Porto congrega paixões num clube que nos últimos anos conheceu uma aproximação significativa aos dragões, mas que viu no vizinho bracarense uma janela de oportunidade para crescer de forma sustentada. O orçamento não desceu muito em relação à última época, mas a poupança na folha salarial permitirá ao Ribeirão dar um impulso na construção da sua nova sede.Como não podia deixar de ser, o Sp. Braga apadrinhará a apresentação oficial do plantel famalicense aos seus associados, no próximo dia 29, às 18.30 horas. Outro ensaio que promete estimular afectos acontece no dia 9 de Agosto, quando o Estrela da Amadora, de Lito Vidigal, visitar o campo do Passal.

in A BOLA



terça-feira, 15 de Julho de 2008

Plantel já trabalha


O GD Ribeirão iniciou ontem os trabalhos de preparação com vista à preparação para a nova época desportiva. De manhã decorreram os habituais testes médicos e cerca das 11 horas, foi feita a apresentação dos atletas aos sócios e comunicação social, sendo que neste momento o plantel é composto por 20 atletas, das quais 5 são jogadores da época passada (Pedro Moita, Adriano, Bruno Pereira, Pica e Luís Faria), 12 são reforços (Diego, Sibidé, João Mendes, Forbes, Pizzi e Rui Lopes todos ex-juniores SC Braga, Litos ex-Beira Mar, Capucho ex-Joane, Serafim ex-Moreirense, Jerónimo ex-Leça, Tiago Martins ex-Chaves, André Serrão ex-Rio Ave) e 3 são juniores (Carlitos, Carvalho e Mesquita) que sobem ao plantel sénior, podendo no entanto chegar novos reforços já nos próximos dias, segundo a comunicação social, viram mais três atletas do SC Braga, são eles o central Palmeira, o avançado Orlando Sá e o médio Abdou, ficando desta forma o plantel composto com 23 atletas.
Na parte da tarde inciaram-se os treinos, que incidiram mais na preparação física, estando já marcado um jogo treino para o final desta semana, frente aos juniores do clube, sendo este o primeiro teste aos pupilos comandados por António Caldas

domingo, 13 de Julho de 2008

GD Ribeirão inicia nova época


O GD Ribeirão inícia amanhã, dia 14 de Julho segunda-feira, pelas 11h os trabalhos com vista à preparação para a época desportiva 2008/2009. O arranque está marcado para o Estádio do Passal,onde serão apresentados os novos reforços e o plantel que irá representar o GD Ribeirão época 2008/2009.

O jogo de apresentação será com o SC Braga, ainda com data a definir. Estando já agendados jogos de preparação com o Bragança, Torneio Cidade de Famalicão, entre outros que em breve noticiarei.

Peço já agora a comparência dos sócios e simpatizantes, no Passal para recebermos os pupilos orientados pelo novo técnico António Caldas, e mostrar aos novos, que o Ribeirão é um clube de grande valor, com uma massa adepta exigente, mas que sabe acarinhar todos que envergam a camisola do clube.

sábado, 12 de Julho de 2008

NOVO MODELO COMPETITIVO da 2ª DIVISÃO JÁ PARA 2008/09

Três séries propostas

NOVO MODELO COMPETITIVO da 2ª DIVISÃO JÁ PARA 2008/09

A Comissão Delegada das Associações Distritais – Leiria, Coimbra, Évora, Lisboa, Madeira, Porto e Santarém – reuniu-se ontem à noite em Leiria, para discutir uma eventual alteração ao modelo competitivo da 2.ª Divisão. Foi decidido, por unanimidade, apresentar uma proposta, à FPF e à Liga, para que o escalão volte a ter três séries de 16 participantes cada, a duas voltas, considerando-se indispensável que os vencedores de cada série subam de divisão. Esta alteração implicaria que também da Liga Vitalis descessem três equipas, o que implica reformulações nos escalões profissionais. As associações pretendem que estas alterações vigorem já para a época 2008/09, solicitando, por isso, uma reunião, com carácter de urgência, com a FPF e a Liga. “Falta cerca de um mês e meio para o início das competições, e acredito que ainda há tempo para tomar decisões”, adiantou Júlio Vieira, porta-voz da Comissão Delegada, consciente de que as alterações implicarão a realização de assembleias gerais na Liga e na federação.
Autor: M.R.N.
Data: Sexta-feira, 11 Julho de 2008
in Jornal Record

sexta-feira, 11 de Julho de 2008

Captações no GDR

O GD Ribeirão vai levar a cabo treinos de captação para as suas camadas de formação. Assim, para os nascidos em 1990 e 1991, escalão de Juniores, as captações realizam-se nos dias 14, 15, 16, 17 e 18 de Julho pelas 18 horas, enquanto para os nascidos em 1992 e 1993, escalão Juvenis, os treinos estão marcados para os dias 16 e 23 de Julho pelas 20 horas. Por fim, os nascidos em 1994 e 1995, escalão Iniciados, têm a sua captação marcada para 16 e 23 de Julho pelas 19 horas.

Adriano Pereira fica mais um mandato


Tal com era esperado, Adriano Pereira renovou o seu mandato como Presidente do GD Ribeirão e vai ficar mais duas épocas no comando dos destinos do clube. Numa Assembleia Geral bastante concorrida, decorrida na passada sexta-feira, na Casa do Povo de Ribeirão, a direcção comandada por Adriano Pereira recebeu bastante apoio dos associados ribeirenses, que se mostraram em sintonia com o presidente.

Ao nível desportivo, o presidente prometeu continuar a lutar pelos melhores resultados possiveis, através "de equipas competitivas e exibições como aquelas que temos apresentado nos últimos campeonatos". Existem, no entanto, outros projectos para levar a cabo, sendo que um dos mais visiveis é o de um novo edificio sede para o GD Ribeirão, cuja construção se espera "possa arrancar em breve".

Na última AG tinha sido formada uma comissão de três pessoas para se encontrar uma nova direcção para o clube, mas Adriano Pereira acabou por garantir a sua continuidade como presidente. "E dificil estar à frente de um clube como o Ribeirão porque implica perder muito tempo e dá bastante trabalho, pelo que as pessoas começam a ficar saturada. Mas como não apareceu ninguém para tomar conta dos destinos do clube, e como os sócios manifestaram grande apoio à minha pessoa e à direcção, decidimos continuar", referiu.

Outro factor que contribuiu para a continuidade foi o facro de a direcção ter conseguido reunir alguns apoios importantes, situação fundamental para a estabilidade financeira do Ribeirão. O protocolo com o SC Braga também facilitou a permanência de Adriano Pereira, sendo que este assunto também foi aboradado na Asembleia, com alguns sócios a colocarem algumas questões e serem esclarecidos pela direcção do clube.

Desta forma, está garantida a estabilidade no clube ribeirense, com uma solução que promove a continuidade e deixa os sócios cada vez mais confiantes numa boa campanha em 2008/2009, à sememlhança do que aconteceu na temporasa que terminou.

António Caldas já trabalha em Ribeirão

Na primeira entrevista como treinador do GD Ribeirão, António Caldas mostrou-se esperançado em alcançar o êxito ao serviço dos ribeirenses. Apesar da muita juventude do grupo de trabalho, o objectivo é melhorar jogo a jogo e lutar sempre pelo três pontos em todas as partidas.

"Ribeirão pode desempenhar papel com êxito"
Assinado o protocolo entre bracarenses e ribeirenses, agora é tempo de definir todas as questões relacionadas com a nova temporada desportiva. António Cladas foi o homeme que mereceu a confiança dos dois clubes para comandar o projecto e o treinador revela-se esperançado numa época bem sucedida, sendo que está já por dentro da realidade do GD Ribeirão.

OS:Um novo desafio na sua carreira como treinador de futebol. O que lhe parece este desafio e a equipa do GD Ribeirão?
AC: Por aquilo que conheço, de ir assistir a alguns jogos, e de algumas informações que já tinha, sei que é um clube bastante organizado. Acho que o SC Braga foi feliz na escolha e na oportunidade que tem no protocolo com o Ribeirão, Noto nas pessoas muita sensabilidade e perfil para este tipo de parcerias e por aquilo que tenho verificado tem belíssimas condições para desempenhar um papel com êxito. E é esse o objectivo que estou a pensar atingir.

OS: Do SC Braga, acompanham-no alguns jogadores que conhece bem. Esse facto poderá ser meio caminho andado para atingir o sucesso esta época?
AC: O sucesso é sempre aquilo que pensamos atingir e os objectivos que determinamos. E esse é o meu pensamento. Através dos atletas que vão do SC Braga, que são jogadores com potencial e que vão ter durante um ano a oportunidade de se afirmarem no escalão sénior. Será uma oportunidade que lhes vamos dar perante colegas que o Ribeirão tem, e de grande valia, procurando depois enquadrar ou formar uma equipa que dê alguma estabilidade emocional a estes jovens. Até com a experiência de alguns que o Ribeirão poderá contratar.

OS: Não teme que alguma falta de experiência possa depois ter influência em alguns jogos decisivos do campeonato?
AC: Não porque vamos procurar, durante o trabalho diário feito ao longo das semanas, dar aos jogadores mais jovens indicações sobre o que é viver num campeonato quase profissional. Evidentemente que com o apoio e a estrutura que rodeia todo este GD Ribeirão, penso que será criada uma estabilidade emocional para se poderem aproximar de forma mais rápida da sua maturidade e êxito.

OS: É também um conhecedor deste campeonato da 2ª divisão nacional. Os moldes competitivos são iguais ao da época que terminou, o que espera do campeonato que em breve se vai iniciar?
AC: Sinceramente não me vou preocupar muito com os adversários. Vou preocupar-me com o GD Ribeirão e aí sim, vamos procurar conquistar os três pontos em todas as partidas que vamos disputar. Isso é matemático porque não trabalhamos para não conseguir materializar as exibições em triunfos. Vamos procurar incutir esta mentalidade vencedora nos jogadores, mentalidade que desde a primeira hora faz parte da postura defendida, por exemplo, no SC Braga. Depois é procurar somar o máximo de pontos possível para alcançarmos uma situação tranquila no campeonato.

Equipa Técnica está definida
Para além de trazer consigo alguns jogadores que orientou nos juniores do SC Braga, até ao momento um total de seis jogadores, António Caldas terá também pessoas da sua inteira confiança na equipa técnica. Dos arsenalistas viajam José Alberto, preparador fisico e adjunto, e ainda o treinador de guarda-redes Firmino. Caldas terá a companhia destes dois elementos no banco ao longo da época, numa situação que já era esperada. Não será, por isso, por falta de conhecimento dos métodos de trabalho ou de comunicação que surgirão dificuldades. Aliás,os jogadores bracarenses que integram o grupo de trabalho ribeirense já estão familiarizados com o trio que os orientará em 2008/2009.
A completar o grupo de pessoas que trabalhará mais directamente com o futebol no GD Ribeirão está Lemos que se mantém nas funções de director desportivo do clube.
in Jornal Opinião Pública

quarta-feira, 9 de Julho de 2008

Jogo-Treino com o FC Porto


Amanhã (quarta-feira),o GD Ribeirão desloca-se ao Centro de Estágio do Olival, onde irá realizar um jogo-treino com a equipa do FC Porto, trata-se de um jogo à porta fechada, segundo notícia o site do clube azul e branco, o encontro está marcado para as 10h.
F.C. Porto defrontou esta quarta-feira o Ribeirão, no primeiro jogo-treino da pré-temporada. A partida, que decorreu no centro de treinos dos «dragões», à porta fechada, terminou com a vitória portista por 8-0. O encontro teve duas partes de 30 minutos cada e Jesualdo Ferreira fez alinhar todos os jogadores do F.C. Porto. Só não estiveram em campo Tarik Sektioui e Rabiola, que continuam em tratamento a recuperar de lesões. Bruno Gama, Farias, Candeias e Lino foram alguns dos autores dos primeiros golos do F.C. Porto na preparação da época 2008/09.
De referir que a equipa do GD Ribeirão era composta por juniores e não pelo plantel da próxima época, e que se portaram lindamente e dignificaram o emblema do Passal, pois até se aguentaram até bem próximo do intervalo, só aí sofreram o 1º golo, Parabéns Muídos!

sábado, 5 de Julho de 2008

Reforços para época 2008/09


Diego (ex-junior SC Braga)



Litos (ex Beira-Mar)
Sibidé (ex-junior SC Braga)


Rui Lopes (ex-junior SC Braga)Jerónimo (ex Leça) Tiago Martins (ex Chaves)

André Serrão (ex Rio Ave)

Helder Ferreira (ex Chaves)


Pizzi (ex-junior SC Braga), Forbes (ex-junior SC Braga)

João Mendes (ex-junior SC Braga)

quinta-feira, 3 de Julho de 2008

"Ribeirão é um clube organizado"


O novo treinador do GD Ribeirão, António Caldas, mostrou-se bem informado sobre a realidade que vai encontrar no Estádio do Passal. Em declarações ao OpniãoSport, depois da conferência de imprensa que serviu de paresentação do protocolo, António Caldas deixou elogios ao seu novo clube, dizendo que "é um clube muito organizado e o Sc Braga foi feliz na escolha".

"Noto nas pessoas muita sensabilidade e perfil para este tipo de parcerias, tendo belíssimas condições para desempenhar um papel com êxito e é com esse intuito que o assumo o desafio", disse Caldas. No passo que agora dá na sua carreira de treinador, António Caldas vai trabalhar com muitos jogadores que conhece bem, nomeadamente aqueles que vão consigo desde a cidade dos arcebispos.

De resto, o técnico acha que os ex-juniores são "atletas com potêncial e que vão ter oportunidade de durante um ano se poderem afirmar". O objectivo passa por enquadrá-los com unidades de maior experiência, formando "uma equipa de grande estabilidade emocional".

Na época passada, António Caldas orientou os juniores bracarenses e assumiu de forma temporária o comando técnico do SC Braga, ao longo de algumas jornadas, sendo agora o eleito para chefiar a equipa técnica ribeirense e suceder a Lito Vidigal, entretanto transferido para o Estrela da Amadora.

Protocolo UNE Ribeirão e Braga

O SC Braga e o GD Ribeirão assinaram, terça-feira (1 de Julho), um protocolo de parceria desportiva que comtempla, entre outras coisas, a cedência de jogadores por parte dos bracarenses. A cerimónia de assinatura do protocolo decorreu na sal de imprensa do Estádio AXA,onde estiveram presentes os presidentes dos dois clubes, António Salvador e Adriano Pereira.
O acordo celebrado entre ribeirenses e bracarenses tem a duração de dois anos e contempla a ida de jogadores ligados contratualmente ao SC Brag, essencialmente juniores que assinaram contrato profissional para a nova época. Para além disto, o protocolo contempla a realização de acções de formação e captação e ainda cedência de alguns espaços desportivos para actividades,por exemplo em férias escolares. Outros itens, nomeadamente económicos, não foram divulgados pelos clubes.
O manager do Braga, Carlos Freitas, esclareceu que o protocolo visa "preencher um espaço cinzento no quadro competitivo português, pois é elevado o número de jogadores entre os Sub-19 e os Sub-21 que têm dificuldade em se impor. E com prejuízo para os clubes que apostam na formação", assinalou.
No seguimento desta reunião, António Caldas foi o homem escolhido para treinar o Ribeirão em 2008/09, não se conhecendo a restante equipa técnica.

Sobre o protocolo, Adriano Pereira, presidente ribeirense, classificou-o como tendo "muita importância" para o clube que dirige, "sobretudo ao nivel desportivo com a cedência de alguns jogadores, inclusive alguns seniores".

"Vão acrescentar uma mais-valia ao nosso plantel, isso agrada-nos, e cooperar com o Braga é importante porque se trata de um clube com muito crescimento e potencial. Esta parceria ajuda também a crescer a imagem do Ribeirão", disse Adriano Pereira. Sobre o novo treinador, o presidente considerou que se trata de um técnico "com provas dadas já que tem feito bom trabalho por onde passa e é um profundo conhecedor da série que vamos disputar".

Quanto aos jogadores, para já está garantida a ida de seis elementos que naúltima época integraram o plantel júnior do SC Braga. O guarda-redes Diego, o defesa Sibidé, o médio Rui Lopes e os avançados Pizzi, Mendes e Forbes são os mais recentes reforços do GD Ribeirão. Para além destes, já renovaram contrato com o Ribeirão: Pica, Bruno Pereira, Adriano e Pedro Moita, estando neste momento a decorrer negociações com futuros reforços, bem como com jogadores do anterior grupo de trabalho.

terça-feira, 1 de Julho de 2008

O que dizem de NÓS!

PROTOCOLO DE PARCERIA DESPORTIVA COM O RIBEIRÃO
2008-06-30
O SC Braga e o GD Ribeirão assinam amanhã, dia 1 de Julho, às 12h00, um Protocolo de Parceria Desportiva, numa cerimónia que terá lugar na sala de imprensa do Estádio AXA, e contará com as presenças de António Salvador e Adriano Pereira, presidente do SC Braga e do GD Ribeirão, respectivamente.
O Protocolo de Parceria Desportiva terá a duração de dois anos e contempla, entre outras matérias, a cedência de jogadores por parte do SC Braga. António Caldas será o treinador do GD Ribeirão.
in site SC Braga http://www.scbraga.pt/
SC Braga - Protocolo com Ribeirão
Com o propósito de dar continuidade ao trabalho de formação que foi feito no departamento de futebol jovem dos minhotos, deverá ser rubricado amanhã um protocolo com o Ribeirão, da II Divisão, Zona Norte, para onde serão canalizados, nos próximos dois anos, jogadores e técnicos arsenalistas. António Caldas será o treinador que dará sequência ao trabalho, depois de na última época ter coordenado o departamento de formação.

in O Jogo 30 de Junho 2008
Adriano Pereira abre as portas do Ribeirão
LINO DEVESAS
O Braga deverá definir ainda hoje os termos do protocolo que, tudo indica, vai estabelecer com o Ribeirão, equipa que milita na II Divisão Nacional e que nos últimos anos tem vindo a conhecer um excelente crescimento desportivo. Adriano Pereira, presidente do clube do concelho de Famalicão, distrito de Braga, acedeu em liderar o Ribeirão em mais um mandato de dois anos e escancarou as portas a um entendimento com os responsáveis arsenalistas. Um acordo de princípio a ser rubricado mais tarde poderá ser conseguido hoje, no decorrer de uma reunião entre os dirigentes, uma vez que a continuidade de Adriano Pereira à frente dos destinos do Ribeirão apenas será ratificada na assembleia geral do dia quatro de Julho.
Um protocolo com termos a definir, mas que verse essencialmente o empréstimo de jogadores é o modelo aceitável para os responsáveis do clube secundário, que rejeitam liminarmente o estatuto de clube-satélite. Esta é uma solução que está fora de discussão. Já a questão do treinador, essa dependerá da proposta dos bracarenses se estes estiverem interessados em colocar lá um técnico, mas terá que contar com o aval do executivo de Adriano Pereira. António Caldas, apontado como o técnico para trabalhar com as jovens promessas dos arsenalistas não é um nome vetado em Ribeirão, ainda que os seus dirigentes tenham recusado fazer comentários em relação a este e outros assuntos sem se reunirem com os responsáveis do Braga, cujo encontro está agendado para hoje. O Ribeirão apresentou um dos orçamentos mais baixos da II Divisão e iniciou a época a pensar na permanência, mas acabou a época a lutar pela subida à Liga Vitalis, na sequência da sagacidade do presidente Adriano Pereira e do treinador Lito Vidigal, que entretanto foi contratado pelo Estrela da Amadora. A equipa de Famalicão conseguiu o tão desejado primeiro lugar na segunda fase da sua série e, na decisão final, empatou fora com a Oliveirense (1-1) e acabou por cair em casa (1-2). O que se traduziu num final de época inglório.
in O Jogo 26 de Junho 2008
Três a correr para o plantel
O central Palmeira (ex-Diogo Cão), o médio Abdou (ex-júnior) e ponta-de-lança Orlando Sá (esteve emprestado ao Maria da Fonte) são três atletas que vão participar na pré-temporada do principal plantel arsenalista, mas cuja permanência não está ainda garantida. Ou seja, após a pré-época qualquer destes futebolistas podem (e devem) ser cedidos para rodar (e pode acontecer que o venham a fazer no Ribeirão, se entretanto o Braga conseguir estabelecer o protocolo com este clube da II B). O caso do central, ainda de 17 anos, é paradigma, uma vez que, caso a sua permanência viesse a ser confirmada, teria que se haver com a concorrência de Paulo Jorge, Rodriguez, Moisés e André Leone... De qualquer forma os três atletas, a que poderá acrescentar-se Kalaba, vão ser observados por Jesus, que depois decidirá.
in O Jogo 26 de Junho 2008