sábado, 29 de setembro de 2012

Camadas Jovens Taca AF BRAGA

Antevisão 3ª Jornada


O GD Ribeirão recebe no próximo domingo, 30 de Setembro no Estádio do Passal a formação do FC Tirsense em jogo a contar para a 3ª jornada do nacional da 2ª divisão zona norte.

Os ribeirenses vinham de uma série de vitórias consecutivas alcançadas para a Taça de Portugal e para o campeonato, mas na última jornada deram um tropeção ao perder em casa do Infesta, e ao realizarem um mau jogo de futebol. Nesta ronda espera-se mais dos jogadores comandados por António Carvalho, pois joga em casa perante o seu público, porque quer redimir-se do mau resultado do último encontro e porque é um dérbi entre vizinhos, pois joga frente ao Tirsense.

O Ribeirão tem neste jogo a possibilidade de demonstrar que tem equipa para discutir este campeonato com os seus demais adversários, e nada como jogar frente a um desses adversário e normal candidato à subida de divisão, que tem feito sempre épocas a rosar o primeiro lugar.

Mas para vencer o seu adversário os jogadores ribeirenses terão de mostrar que são melhores que o seu adversário e terão de ter uma entrega maior que a despendida no último encontro que até ao momento foi o pior jogo da época dos ribeirenses. O Ribeirão terá de dominar o encontro de principio a fim e concretizar as suas oportunidades de golo, e não pode desperdiçar como tem feito até aqui, terá de ser mais concretizador o ataque ribeirense, para não corrermos o risco de num lance furtuito sofrermos o golo, ou num lance de bola parada como aconteceu no passado domingo. O Ribeirão tem de ser uma equipa humilde e batalhadora e respeitar o nível dos seus adversários para assim conseguir levar de vencida os mesmos.

Vamos Ribeirão, com muita Força, Garra, Dedicação e Raça, levaremos de vencida os nossos adversários.

Nós contamos convosco para nos dar alegrias e vitórias, contem com o nosso apoio para as conquistas.

terça-feira, 25 de setembro de 2012

Sorteio da 3ª Eliminatória da Taça de Portugal

O sorteio da terceira eliminatória da Taça de Portugal ditou um confronto entre o Oliveira do Hospital da III Divisão, série D e o GD Ribeirão da II Divisão, zona norte.

Os jogos da 3ª eliminatória

Naval-Arouca/Trofense
Aguiar da Beira-U. Lamas
Reguengos Monsaraz-Farense
Guimarães-Vilaverdense
Ponte da Barca-Académica
Ol. Hospital-Ribeirão
Olhanense-1º Dezembro
Desp. Aves-Tirsense
Sacavenense-U. Leiria
Freamunde-Benfica
Moreirense-Sporting
Limianos-Tourizense
Pampilhosa-Sp. Covilhã
Fátima-Penalva do Castelo
Fabril-Eléctrico
Setúbal-Tondela
Aliados Lordelo-UD Oliveirense
Beira Mar-Penafiel
Varzim-Mirandela
Santa Eulália de Vizela-FC Porto
Nacional-Sp. Espinho
Pinhalnovense-Lourinhanense
Marítimo-AD Oliveirense
Gondomar-Gil Vicente
Nogueirense-Santa Clara
Operário/Caldas-Coimbrões
Anadia-Belenenses
Rio Ave-Portimonense
Pedras Rubras-U. Madeira
Estoril-P. Ferreira
Feirense-Fafe
Sp. Braga-Leixõe

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Camadas Jovens - Resultados 22 e 23 Setembro


Ribeirão derrotado em Infesta


O GD Ribeirão deslocou-se ontem a S. Mamede de Infesta, Matosinhos, para defrontar o FC Infesta em jogo a contar para a 2ª jornada do nacional da 2ª divisão zona norte e perdeu por uma bola a zero.

O Ribeirão partia para este encontro altamente motivado pelo excelente arranque de temporada, mas também estavam cientes que pela frente iam ter um adversário que procurava melhorar os resultados obtidos, e foi o que aconteceu no jogo, com o Infesta a procurar levar de vencida o Ribeirão e a comandar mais o jogo, mas com o Ribeirão a procurar a baliza contrária em rápidos contra ataques.

O resultado ao intervalo era de um nulo, castigando ambas as equipas pela ineficácia ofensiva e premiando as defensivas.

Na segunda parte o Ribeirão melhorou no jogo, mas não conseguiu traduzir em golo a sua supremacia, e como quem não marca sofre, na sequência de um canto aos 79’ minutos de jogo o Infesta marcou o único tento da partida e levou de vencida o Ribeirão que estava a realizar um excelente arranque de temporada.

Certamente que os ribeirenses irão fazer de tudo para que já no próximo domingo, em casa no estádio do Passal, possam levar de vencida o vizinho Tirsense.

RESULTADOS
 
CLASSIFICAÇÃO
 
 

sábado, 22 de setembro de 2012

Convocados para o Infesta - Ribeirão

2ª Jornada
Campeonato Nacional da 2ª Divisão Zona Norte
Domingo, 23 de Setembro 15:00 H
FC Infesta x GD Ribeirão

 Convocatória:
 
P. Albergaria, Hugo Cruz, Diogo, Rogger, João Beirão, Cerdeira, Tiago Silva, João Ferreira, Joel, Raviola, Varela, André Gonçalo, Paulo Rola, Choco, Miguel Vaz, Gil Barros, Ansumane, Daniel e Flávio Igor.
 

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Antevisão 2ª Jornada


O GD Ribeirão desloca-se no próximo domingo, 23 de Setembro a São Mamede de Infesta, no concelho de Matosinhos, para defrontar o FC Infesta em jogo a contar para a 2ª Jornada do nacional da 2ª divisão zona norte.

O Ribeirão está com a força toda e tem só vitórias nos jogos a "doer" realizados na presente temporada, depois de ter eliminado o S. João de Ver e o U. Montemor para a Taça de Portugal e de ter levado de vencida o Fafe na primeira jornada do campeonato, os ribeirenses partem para esta partida no terreno do Infesta com a moral em alta, mas cientes que pela frente terão um adversário complicado pela frente que em sua casa tudo fará para levar de vencida os seus adversários e conseguir alcançar a manutenção, mas por seu lado o Ribeirão vai a S. Mamede, com a vitória no pensamento, pois é este o lema que guia os atletas e equipa técnica ribeirense, e para tal basta fazer o que fizeram em casa com o Montemor, respeitar o adversário e jogar o seu futebol que certamente a vitória lhes assentará na perfeição.

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Camadas Jovens - Resultados 15 e 16 Setembro


Ribeirão dá goelada das antigas


O GD Ribeirão recebeu hoje à tarde no Estádio do Passal a formação do U. Montemor, em jogo a contar para a 2ª Eliminatória da Taça de Portugal e venceu pelos esclarecedores seis a zero, uma goleadas das antigas, que certamente figurará como uma das maiores da prova rainha do futebol português.

Foi debaixo de um sol escaldante, num relvado bem tratado e com uma assistência razoável tendo em conta a hora do jogo e o calor que se fazia sentir, com a bancada dos cativos bem composta e com a dos sócios com menos adeptos mas ainda assim bem pintada de azul.

O Ribeirão alinhou com: Pedro Albergaria, Daniel, Diogo (C), Joel, Gil Barros, Varela, Flávio Igor, Cerdeira, Rogger, Tiago Silva e Ansumané.

No banco de suplentes, António Carvalho tinha: João Ferreira, Paulo Rola, Raviola, Hugo Cruz, Choco, André Gonçalo e João Beirão.

Quanto ao jogo, muito há a dizer, pois antes da partida todos sabiam que ao Ribeirão cabiam as despesas da partida e os atletas ribeirenses não se fizeram rogados e começaram a partida em cima do seu adversário, e logo aos 5’ minutos de jogo num livre directo, com a bola ainda a bater na barreira ligeiramente, Tiago Silva acabaria por inaugurar o marcador, naquele que viria a ser o primeiro golo da tarde da sua conta pessoal. Depois do golo inaugural o Ribeirão continuou a ser dono e senhor do jogo não deixando a formação alentejana passar do seu meio campo, e foi criando situações de perigo junto da baliza contrária, mas não consegui-a concretizar em golo as jogadas de perigo, com o passar do tempo o Ribeirão baixou a intensidade de jogo e com isso o U. Montemor aproveitou para chegar-se à frente e à passagem da meia hora de jogo fez o seu primeiro remate à baliza de Pedro Albergaria, que até ao momento era um mero espectador, com o aviso os ribeirenses voltaram a criar mais perigo e aos 36’ minutos de jogo ampliaram a vantagem para dois a zero por intermédio do ponta de lança de serviço Ansumané que concluiu uma excelente jogada da equipa ribeirense, que com uma jogada toda ela ao primeiro toque deambulou a defensiva contrária e com Daniel a servir com peso e medida Ansumané para este facturar no encontro, e com este resultado chegaríamos assim ao intervalo. De referir que no primeiro tempo o domínio ribeirense foi tão avassalador que a posse de bola deveria de ser de 85% pro Ribeirão e 15% para o U. Montemor, sendo que desses 85% de posse, mais de 30 minutos foram sempre no meio campo contrário o que espelha bem o domínio do Ribeirão e com 6 cantos a favor e nenhum contra.
(Imagem retirada do facebook do GD Ribeirão)
 
Na segunda parte assistiu-se a um show de bola de Choco que entrou no decorrer da 2ª parte para o lugar de Flávio Igor. O menino Choco entrou cheio de energia e com vontade de romper com a defensiva contrária e foi o que realmente fez e foram dos pés dele que se assistiu ao dilatar do marcador com este a servir de bandeja os seus colegas para finalizarem com êxito a baliza contrária, três a zero por Tiago Silva, quatro a zero por Rogger, que depois deu o seu lugar a André Gonçalo que entrou na partida, o cinco a zero surgiu novamente por intermédio de Tiago Silva que assim fez um Hact-trick na partida, e finalmente Hugo Cruz que havia entrado para o lugar de Varela, a fechar a contagem em seis a zero para o Ribeirão, um resultado expressivo e que demonstra bem a qualidade do plantel ribeirense fase ao adversário, e demonstra ainda o respeito que o Ribeirão teve durante toda a partida pelo seu adversário, pois quis sempre dominar e foi a equipa que dominou o jogo do principio ao fim e isso está bem patente no resultado gordo e volumoso que conseguiu nesta tarde no Estádio do Passal.
Com esta vitória o Ribeirão passa à 3ª Eliminatória da Taça de Portugal, onde todos esperamos possa defrontar um grande do futebol português no Passal.

sábado, 15 de setembro de 2012

Convocados para o Jogo da Taça


II Eliminatória da Taça de Portugal

GD RIBEIRÃO x UNIÃO de MONTEMOR

CONVOCATÓRIA:
P.ALBERGARIA, HUGO CRUZ, DIOGO, ROGGER, JOÃO BEIRÃO, CERDEIRA, TIAGO SILVA, JOÃO FERREIRA, JOEL, RAVIOLA, VARELA, ANDRÉ GONÇALO, PAULO ROLA, CHOCO, GIL BARROS, ANSUMANE, DANIEL e FLÁVIO IGOR.

sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Antevisão 2ª Eliminatória da Taça de Portugal

O GD Ribeirão recebe no próximo domingo, 16 de Setembro, às 15h no Estádio do Passal a formação do União Montemor, em jogo a contar para a 2ª Eliminatória da Taça de Portugal.

Depois de levar de vencida o S. João de Ver no primeiro jogo oficial da temporada e respeitante à 1ª eliminatória da Taça de Portugal, e depois de ter vencido no Passal o Fafe na 1ª jornada do campeonato e depois de uma semana sem competições oficiais, o Ribeirão recebe no domingo no Passal o U. Montemor, para a 2ª eliminatória da Taça de Portugal e o resultado esperado pelos adeptos ribeirenses é a vitória e a passagem à 3ª eliminatória, mas não pensemos que será fácil e que os jogadores do Montemor virão ao norte em passeio turistico, pois se assim pensarmos certamente que teremos surpresas, pois quem não respeita o seu adversário arrisca a perder os jogos.
O Ribeirão está moralizado pelos resultados obtidos no arranque da temporada, mas do lado contrário estará uma equipa do escalão inferior, da 3ª divisão nacional, mas que também venceu os seus jogos inaugurais e que também está moralizada e tudo fará para nos vencer, mas cabe ao Ribeirão que joga em casa as despesas do ataque á vitória e de dominar o jogo, pois dispõe de melhor equipa e joga perante o apoio do seu público e é detentor de excelentes atletas no seu plantel que certamente querem dar imensas alegrias aos adeptos ribeirenses e provarem que tem valor para jogarem em divisões superiores, como tem acontecido com atletas que tem passado pelo Passal.

Camadas Jovens - Jogos 15 e 16 de Setembro


Domingo TODOS ao Passal



 
Domingo, 16 Setembro, 15h
Estádio do Passal
 2ª Eliminatória da Taça de Portugal
GDRibeirão - União de Montemor
Vem APOIAR o teu clube,
Traz o teu CACHECOL,
Veste a tua CAMISOLA.
---Vamos encher as bancadas de COR ---

Juntos VENCEREMOS!

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Jogo Amigável

Aproveitando o interregno do campeonato, Trofense e Ribeirão disputaram um jogo treino para rodar as suas equipas.
O Jogo realizou-se no passado sábado, 8 de Setembro e teve o seu início as 10h30, comas duas equipas a apresentaram praticamente todo o plantel, excepção a alguns com mazelas.
O nulo final reflete a coesão defensiva das duas equipas mas também o escasso número de remates que fizeram ao alvo.
Em suma, em jogo correcto e de muita aplicação e vivacidade, o melhor aproveitamento foi a rodagem proporcionada a todos os jogadores presentes.


quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Análise da 1ª Jornada

Deixo aqui a todos os leitores deste blog a análise da jornada feita pelos colaboradores do site II Divisão Zonas – Norte | Centro | Sul, que dá noticias sobre as 3 zonas da II Divisão Nacional.

Sem demoras e aprendendo com a época passada, o Desportivo de Chaves golei-a e assumo a liderança da prova.

Numa Zona de equipas historicamente fortes, o Desportivo de Chaves não perde tempo, e frente ao GD Joane é implacável e ganha por uns claros 4 golos a 1, mostrando assim ao resto dos candidatos ao título que este Chaves será um osso duro de roer e não está aqui para ser visto como mais um candidato, mas sim como o candidato ao título.

Assim Varzim, Boavista e Fafe vêm de baixo a olhar para cima a tabela, mas antes vamos espreitar o resto das vitórias.

De facto um dos derrotados desta jornada é o Fafe, que indo ao campo do Ribeirão não consegue levar de vencido o encontro, ficando o dono do reduto com a vitória, mostrando assim que quer mais do que aquilo que conseguiu na época passada.

Outra das vitórias foi o encontro do Limianos com o recem promovido Infesta, e aqui a experiencia levou a melhor, dando a vitória aos donos da casa.

Após isto, vemos a catadupa de empates, começando com destaque para o jogo do Varzim.

Visitando a casa do Padroense e com o orgulho ferido, o primeiro classificado da zona norte da época 2011/12 não consegue mais do que um empate, mostrando que esta ainda é uma equipa em formação, não o Golias que foi na época passada.

Outro emblema que tinha por obrigação ganhar, é o Boavista, que ainda a tentar ser o Boavistao vencedor do campeonato nacional num passado não tão distante, foi apenas um Boavistinha sem os grandes nomes a entrar em campo (que devido a lesões quer devido a vistos). Portanto o Vilaverdense, recém promovido para a II Divisão, consegue um empate com sabor a vitória.

Outros dois grandes jogos desta jornada foram os embates entre equipas que se equiparam, falamos assim do empate entre o Mirandela e o Tirsense, Vizela Amarante e o Famalicão contra o Gondomar. Mostrando que estes emblemas estão à procura do melhor 11 para assim atacarem o mais rapidamente o topo da tabela.

segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Noticias Camadas Jovens

As equipas ribeirenses das camadas jovens continuam a sua preparação para a nova temporada, e com vista à melhor planificação e preparação da época, tem realizado além dos habituais treinos diários, alguns jogos treinos frente a alguns adversários dos mesmos escalões para poderem afinar melhor as situações de jogo e os sistemas táticos.

Ficam aqui algusn resultados alcançados:
 
JUNIORES
RIBEIRÃO 6 - 0 JOANE
 
JUVENIS
BAIRRO 1 - 5 RIBEIRÃO
RIBEIRÃO 3 - 1 OPERÁRIO
RIBEIRÃO 2 - 1 CELORICENSE
 
INICIADOS
RIBEIRÃO 2 - 1 FC PORTO
RIBEIRÃO 5-0 OPERÁRIO
 
 
Nota: Caso haja algum resultado incorrecto agradeço a correção, bem como agradeço quem possa dar mais informações e resultados de todas as equipas da formação ribeirense. Obrigado!

Vitória sofrida frente ao Fafe


O GD Ribeirão recebeu hoje no Estádio do Passal a formação da AD Fafe, em jogo a contar para a 1ª jornada do nacional da 2ª divisão zona norte 2012/2013.

Tarde com muito calor, com um relvado do estádio de Passal em muito bom estado, com relavdo curto, bom para jogar a bola corrida pelo chão, e com muito público na bancada.

O GD RIBEIRÃO alinhou com: Pedro Albergaria, Daniel, Paulo Rola (C), Joel, Gil Barros, Varela, Flávio Igor, Cerdeira, Ansumané, Tiago Silva e João Beirão.
Suplentes: João Ferreira, Choco, Diogo, Hugo Cruz, Rogger, Raviola, André Gonçalo

Fazendo o filme do jogo, começo precisamente pelo seu final, pois foi um final extremamente empolgante, porque aos 85’ minutos o Ribeirão chegou ao golo da vantagem e já nos descontos tudo parecia perdido, pois aos 93’ minutos de jogo os ribeirenses sofreram uma grande penalidade, que parecia que ia deitar por terra todo o trabalho da equipa ao longo do jogo, e foi então que surgiu o guardião ribeirense Pedro Albergaria, em grande plano, pois defendeu o penalti, não uma vez, não duas, mas sim três vezes, ou seja a remate de Silvestre que cobrou o castigo máximo, Albergaria defendeu, na recarga voltou a defender e em nova recarga desta feita de Badará defendeu novamente e depois foi Varela a afastar e a garantir a vitória ribeirense, foi sem dúvida uma vitória justíssima mas imensamente sofrida, com um final diabólico.

Quanto ao jogo foi todo ele dominado pelo Ribeirão, que mostrou ter argumentos para disputar um campeonato tranquilo, e neste jogo frente ao Fafe que é um dos candidatos assumidos à subida os comandados de António Carvalho, vulgarizaram o seu adversário, prova disso foi o golo alcançado pelo Ribeirão aos 10’ minutos de jogo, por intermédio de Tiago Silva, que depois de uma jogada iniciada no meio campo ribeirense por Cerdeira, que colocou em João Beirão e este a assistir Tiago Silva que descaído para a direita efectuou um remate cruzado com a bola a entrar junto ao poste mais distante e a inaugurar o marcador, dando vantagem ao Ribeirão, que dominava a partida e podia ter dilatado a vantagem, primeiro por Cerdeira num remate de fora da área e depois num falhanço incrível, após bom trabalho de Cerdeira que driblou o seu adversário e serviu de bandeja o golo a João beirão que rematou em raquete com a bola a passar ao lado da baliza contrária. Como quem não marca sofre, o Fafe na primeira vez que foi à baliza do Ribeirão, num rápido contra-ataque finalizado por Monteiro aos 35’ minutos de jogo, com o golo da igualdade o Ribeirão foi em busca de nova vantagem, mas tal não aconteceu antes do intervalo. Destaque para a exibição de muitos cartões amarelos para os forasteiros, e para um vermelho directo aos 43’ minutos para o lateral direito do Fafe por entrada dura sobre o Flávio Igor, que ditou a expulsão de Micael.


Na segunda parte os fafenses entraram melhores, com o Ribeirão ainda meio confuso com a disposição no terreno dos fafenses que jogavam com dez elementos, e ao ver isso António Carvalho mexeu no onze ribeirense e fez duas alterações de uma assentada com a saída de Cerdeira e Daniel, e com a entrada de Raviola e Rogger, com este último a vir mexer com o ataque ribeirense, mas com o Ribeirão a não conseguir chegar ao golo, até que com a entrada de Choco na partida e a saída de João Beirão, o Ribeirão encostou por completo o Fafe às cordas e Choco foi um quebra-cabeças para os defensores contrários, e aos 84’ minutos após driblar vários adversários foi derrubado dentro da área e na conversão o mesmo Choco deu a vitória ao Ribeirão. Depois foi o que já descrevi no inicio do texto, com o Fafe a dispor de uma grande penalidade, mas a desperdiçarem com Pedro Albergaria a exibir-se a grande nível e a segurar a vantagem e a dar a vitória ao Ribeirão e arrancar o campeonato da melhor forma, depois de já ter vencido na Taça o Ribeirão continua na senda das vitórias e arrancou o campeonato a vencer.

RESULTADOS
 
CLASSIFICAÇÃO 
Pos.
Equipa
P
J
V
E
D
GM
GS
DG
1
3
1
1
0
0
4
1
+3
2
3
1
1
0
0
2
1
+1
3
3
1
1
0
0
2
1
+1
4
1
1
0
1
0
2
2
0
5
1
1
0
1
0
2
2
0
6
1
1
0
1
0
2
2
0
7
1
1
0
1
0
2
2
0
8
1
1
0
1
0
0
0
0
9
1
1
0
1
0
0
0
0
10
1
1
0
1
0
0
0
0
11
1
1
0
1
0
0
0
0
12
1
1
0
1
0
0
0
0
13
1
1
0
1
0
0
0
0
14
0
1
0
0
1
1
2
-1
15
0
1
0
0
1
1
2
-1
16
0
1
0
0
1
1
4
-3